“Agora, qualquer coisa é possível”

A frase que dá o título a este post foi dita pelo mesmo Lewis Hamilton que, após a vitória de Vettel em Valência e seguindo os passos de Alonso, jogava a toalha e dava como certo o título de Sebastian. É claro, a vitória – sua segunda neste ano -, e a forma difícil de como ela foi conquistada abrem grandes expectativas. Mas será que ele, Webber ou Alonso poderão reverter a confortável situação que Vettel se encontra no campeonato?

Muita gente dá o bicampeonato de Vettel como certo – mesmo com 9 corridas a serem disputadas e 225 pontos em jogo. Obviamente todos sabemos que os 77 pontos que Seb tem para o segundo colocado na tabela que, vale dizer, é seu companheiro de equipe com o mesmo carro em mãos, foram construídos com vitórias limpas e fáceis, com um carro que ainda vence todos aos sábados. Mas faz dois fim de semanas que não vence nos domingos.

A pergunta seria: Isso é um sinal que Ferrari e McLaren cresceram sobre a Red Bull e começarão a vencer tudo daqui em diante? Não exatamente, mas como Webber disse, a Red Bull precisa melhor (por incrível que pareça), porque aquele carro que colocava terror na concorrência nos Qualifying e vencia as corridas no domingos na largada já não está mais.

Isso não significa que Vettel e Webber não tenham o melhor carro em mãos, afinal Ferrari e McLaren, apesar de terem vencido as últimas duas corridas respectivamente, tem muitos pontos fracos, a começar pela classificação. Mas Alonso está começando a descontar pontinhos sobre Vettel de forma sutil. Nas últimas três corridas, foi o piloto que mais somou pontos:

Valência/Silverstone/Nürburgring

  • Vettel: 55
  • Webber: 45
  • Hamilton: 49
  • Alonso: 61

Nada que vá mudar muita coisa, afinal 6 pontos entre os 86 que dividem ambos é realmente muito pouco. Mas para a equipe que sofria para chegar ao pódio no começo da temporada e estava em um mar de problemas, emplacar um 2º, 1º e outro segundo lugar consecutivos, brigando pela vitória no último, é destacável.

A imprensa espanhola insiste em dizer que ainda tudo não está perdido, apesar de Alonso continuar com o seu discurso de pensar em cada corrida como algo independente e não na insana ideia de conseguir o título. Pois parece estar dando certo, na sua proporção.

A frase de Hamilton fala muito sobre o atual momento do campeonato. No artigo da semana passada, “Alemanha: Outro passo chave para o campeonato“, em que eu defendia que Nürburgring, mesmo com a maioria dos comentaristas aqui do blog alegando que o campeonato está decidido, seria uma corrida importante para mudar muitas ‘ideias’, a tese foi provada. Lewis mudou totalmente seu ponto de vista sobre o campeonato, e ele sabe que seu carro esá longe de ser o melhor, apesar de ter repentinas horas de estrelato.

O interessante é que ele mesmo diz que assim como agora o momento é ruim para a Red Bull, pode ser para a McLaren ou Ferrari amanhã. Não esqueçamos que o MP4-26 estava abaixo da média na sexta, distante, ficou a um décimo do Pole na classificação e venceu no domingo.

A próxima corrida é na Hungria, um circuito muito travado onde Vettel permaneceu por quase a metade da corrida atrás de Alonso no ano passado sem ultrapassá-lo, sendo bastante criticado por essa atitude. Webber venceu após uma estratégia de ouro com a Red Bull e Fernando terminou em segundo, no meio dos carros que foram 1 segundo e dois décimos mais velozes no sábado.

É difícil fazer qualquer prognóstico útil agora, mas o calor deverá ajudar a Ferrari. O próprio Alonso torce para que a pista esteja mais quente do que esteve na Alemanha, mas o principal fator que irá definir tudo será a pose da Red Bull, e de Vettel.

Em síntese, com o campeonato decidido ou não, é certo que as corridas estão a cada dia mais emocionantes, e será difícil esperar um mês para que as atividades voltem, só no final de agosto. E Hungria será outro passo chave para o campeonato.

23 pensamentos sobre ““Agora, qualquer coisa é possível”

  1. Vettel, só perde o campeonato, para o “Vettel”. Ele precisa fazer muitas bobagens, daqui ao fim do campeonato, para perder esse ano. Mas, quanto mais aguerrida a luta, pelo vice, melhor, principalmente quando o Hamilton protagoniza essa luta, ai, é emoção na certa.

  2. Quem sabe o Vettel perde? Difícil é, claro, mas pode acontecer. Se depender do Hamilton ser aguerrido como na última corrida, atacar sem afobação, ele ganhará mais corridas assim e poderá chegar mais próximo do Vettel mais pra frente. Mas deverá contar com algumas corridas ruins, o que é um pouco difícil.

  3. O Vettel perder o campeonato, acho dificil. Mas foi nitido que quando ele está com um carro no mesmo nivel dos outros e atrás de seus rivais ele não consegue ser agressivo. Vide a última corrida onde ele ficou um bom tempo atrás do Massa e não conseguiu nada…

    • O problema é justamente esse, o Vettel, não vai precisar ser muito agressivo, para chegar ali, nos primeiros lugares, que lhe garantam pontos suficientes, para não ser alcançado por ninguém. Para complicar a vida do Vettel, seria preciso, que apenas um dos postulantes a vice até agora, ganhe todas as corridas até o final da temporada, e o Vettel, passe a ter serios problemas com o carro, fique fora de algumas corridas e pontue muito mal, quando delas participar. Se, Hamilton e Alonso, ficarem se revesando nas vitorias, e Vettel continuar pontuando entre os quatro primeiros, existe alguma chance, dele perder o campeonato?

      • Numa conta básica, Webber precisa tirar 8,5 por prova de Vettel para alcançá-lo. Ou seja, somar 77 pontos nas próximas 9 provas (uma média baixa) e torcer para Vettel não somar em nenhuma.

        Mas como 77 em 9 provas é uma média de menos de 10 pontos por corrida, podemos somar uns 100 nessa conta, é complicado e cedo ainda, mas matematicamente dá e sobra para alcançar.

      • Matematicamente, o Atlético Paranaense pode ser campeão brasileiro =oD .
        Continuo achando que só Vettel tira o título de Vettel. Bom, Hamilton também pode tirar o título de Vettel, mas não pra ficar com ele. =oD

  4. Como sempre, a segunda parte da temporada é a mais interessante, porque as outras equipes começam a encostar na dominante do início. Foi assim em 2009, foi em 2010 e agora em 2011 parece que está começando a acontecer isso. Mesmo assim, duvido que Vettel perca o campeonato.

  5. Não acho que o título escape de Vettel, porém, torço pela equivalência das forças para que as corridas sejam mais emocionantes.

  6. Bolão!!!

    Com relação a duvida da Nastassja ter votado duas vezes no terceiro colocado, houve gente a favor e contra. Então vou pelo que Tomas disse abaixo.

    Tomás Motta
    https://theformula1.wordpress.com/2011/07/24/vitoria-para-lewis-no-impressionante-gp-da-alemanha/

    “Bem, como esses erros podem ser até comuns (talvez o participante muda a sua ordem antes de publicar a acaba esquecendo de trocar os números). Tirando o lado de ‘cavalheiros’ ou ‘cavalos’ (rs), acho que o melhor a se fazer é eliminar ambos, pra ninguém ‘começar a errar’ sem querer…

    Se ela tivesse colocado 1-2-3-3-5 seria outro caso, mas como temos o 4º colocado, acho que isso é o mais vivável.”

    ***Nastassja não deve estar sabendo o que houve, até agora não se manifestou, mas se quiser conversar com Tomás para dar sua versão é só entrar em contato com o mesmo, talvez recupere os 15 pontos.

    Boa sorte menina…

  7. Olha aee, olha aee, que baita sacanagem estão fazendo com o Jenson, o menino nem dormindo e se alimentando direito esta!!! A mãe do Massa disse nem na Ferrari Felipe passa coisa igual, ai que inveja.

    Europa – Problemas no KERS
    Inglaterra – Problemas na roda
    Alemanha – Problemas hidráulicos

    Erros de pilotagem de Jenson- NENHUM

    Button:
    “O mais frustrante é que eu vinha em uma sequência muito boa até o Canadá. Eu fiz uma grande corrida em Barcelona, outra grande prova em Mônaco e, obviamente, outra grande apresentação no Canadá”

    http://grandepremio.ig.com.br/formula1/2011/07/25/button+completa+200+gps+na+hungria+mas+se+diz+frustrado+com+resultados+10467675.html

    QUE ÓDIO!!!

    • Se eu pegar todos os erros que aconteceram com “pilotos número um” da equipe, a “Mãe do Button (Mac)” fica sem ter explicação.

      É muito fácil ver conspiração quando não nos atentamos ao fato de que erros acontecem.

      Por exemplo, podemos ver conspiração no erro da Ferrari para com o Felipe Massa no último GP, mesmo sabendo que aquele erro prejudicou o próprio Alonso.

      Está na hora de assistirmos F1 por completo.

  8. Só pra esclarecer sobre ser bonita, simpática ou Dragão!

    Pra mim, não existe mulher feia, depois de umas 3 “caipirinhas”, TODAS são princesas…rs

    *Menina, vc esqueceu de colocar o sexto colocado, mas foi muito bem no bolão, fez 42 pontos, parabéns!

    Pole: Mark(5)
    Melhor volta: Sebastian

    1. Sebastian
    2. Fernando(18)
    3. Mark(15)
    4. Lewis
    5. Nico
    7. Jenson
    8. Michael(4)
    9. Nick
    10. Kamui

    inté

    • Obrigada, Mac Eu estava criticando porque vocês estavam brincando dizendo que iam escolher a quantidade de pontos da menina pela beleza dela. Mas é só brincadeira, mesmo.
      Afinal, todas nós somos bonitas, se simplesmente nos valorizarmos e confiarmos que o Papai do Céu nos ama e gosta da gente. O resta, é intriga da oposição, rs. Mas é isso aí, fico feliz de estar compartilhando o espaço do blog aqui com vocês, para juntos podermos comentar sobre F1, e com a permissão do Tomás, outros assuntos que aparecem como esses aqui…rs.
      Temos a vantagem de curtir muito F1 e podemos utilizar essa afinidade para nos comunicarmos de forma saudável! É muito bom poder conversar com vocês aqui!
      E, Parabéns, Tomás, como nós comentamos outra vez, a galera que frequenta aqui no blog tem um nível muito alto!
      Fiquem na paz… e até as nossas próximas discussões, que são sempre “pacíficas”, rs!
      Abraço,
      Ester

  9. Sobre os assuntos do artigo, rs, Tomás, tenho que parabenizá-lo, amigo, você está escrevendo cada vez maior. Concordo principalmente com o fato das corridas estão se tornando divertidas, mas por conta dos pneus do que da ATM (gracias a Deus). E também que vai ser muito difícil esperar as férias da Fórmula 1 acabarem!
    Quanto ao campeonato, não dá para dizer que ele está aberto, mas promete muita emoção com a força de vontade de equipes, especialmente Ferrari e Red Bull, de ganhar corridas e a persistência de alguns pilotos de lutar por alguns pontos, mesmos que intermediários.
    Acho que isso é bacana, lutar até o fim, com toda a empolgação, apenas pelo esporte e pela possível emoção da vitória. Como diz o Jenson, ele estava “se divertindo”. Ok, não vamos ser tão inocentes assim, tem muitos pontos e patrocínios em jogo, mas somos apaixonados por Fórmula 1, e o campeonato, embora praticamente definido, ainda tem muito a nos proporcionar!
    Deus abençoe vocês!

    • Obrigado Ester, realmente eu havia ‘descansado’ um pouco nessas férias e deixado o blog 1 semana sem atualizar, mas agora retomei o gosto, rs… Obrigado por participar sempre com seu toque feminino também.

  10. Pra mim a Red Bull ainda está bem acima de Ferrari e McLaren. Perdeu em Silverstone por um erro nos boxes e na Alemanha porque Webber larga muito mal. Não vejo motivos para tamanha discussão.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s