Vettel vence o eletrizante GP de Mônaco

Vitória do melhor piloto do ano até aqui em uma corrida que mereceu totalmente ser vista e apreciada. Incluiu tudo o que podemos pedir em uma prova emocionante, desde batidas, ultrapassagens, safety car, bandeira vermelha, relargada – Um verdadeiro show em Monte Carlo. E, mesmo assim, deu Sebastian. Ele está imbatível.

Análise pela tarde.

Reporte:

A largada se mostrou tranquila e sem acidentes, algo até surpresivo, sendo que Alonso largou muito bem e tomou a posição de Webber logo na saída, se encaixando atrás de Vettel e Button, que mantiveram seus lugares de largada.

Massa permaneceu em sexto, porém foi Rosberg quem pulou pra quinto, tendo como aliado uma péssima largada de Schumacher que o jogou algumas posições atrás. Tida a primeira volta, Schumi conseguiu passar Hamilton na Lowes na briga pelo 9º lugar, com uma ótima briga entre os dois nas voltas posteriores. Hamilton, de macios, arriscou tudo em investir contra o alemão, e finalmente na volta 10 fez uma bela ultrapassagem na St. Devote, se livrando de um grande peso extra.

Michael também foi ultrapassado por Rubens na volta 13, perdendo o 10º lugar, e parando pela 1ª vez na seguinte. Voltou em 21º.

Aos poucos o bloco intermediário se juntava pois Massa não podia passar Rosberg tão facilmente, e fatalmente na volta 14 Felipe perdeu uma parte do seu bico ao encostar no pneu traseiro de Nico. Finalmente Massa consegue a ultrapassar na Tabac contadas 15 voltas – Maldonado faz o mesmo.

No andar das voltas 16-17 as paradas nos boxes continuam, e desta vez param Rosberg, Button, Vettel, Webber e Alonso. E, para surpresa geral, a Red Bull comete os primeiros erros nos pits em 2011: Confusão sobre quem levaria cada pneu fazem parada de Vettel durar quase 7 segundos e a de Webber mais de 15.

E o preço por isso foi caro: Button tomou a liderança da corrida e Vettel caiu para segundo, tendo sorte de que Alonso voltou atrás dele. Jenson pôde abrir 7.5s de vantagem contra Sebastian nas voltas pós-pit, marcando voltas rápidas e se mantendo muito forte. Enquanto isso, Webber voltava em 14º…

A McLaren também foi horrorosa na parada com Lewiss, realizando um pit se 9 segundos e 30.4 na sua total duração. Hamilton voltou em 15º, justamente atrás de Webber.

Na volta 27 Felipe para e calça macios, Massa voltando em 11º, entre Webber e Hamilton. Enquanto isso, na frente, Button abria 14 segundos de vantagem para Vettel, seno que contava com a vantagem de usar os supermacios, mais rápido que os macios de Seb e Fernando. Alonso mantinha a distância para Vettel razoável, beirando os 3 segundos.

Na volta 34, Button (1º) e Barrichello (4º, pois não havia parado até ali) vão aos pits. Pouco depois, na briga interessante que Massa e Lewis vinham desenvolvendo, o acidente pareceu inevitável: Massa, depois que Hamilton o passou de forma limpa, perdeu o controle do carro passando sobre os detritos de pneus, dentro do túnel, e bateu. Massa abandona a corrida, enquanto Schumacher para sozinho na pista e também está fora.

O ponto de divisão da prova foi realmente o Safety Car. Barrichello foi um dos grandes perjudicados, enquanto a Ferrari usou uma ótima estratégia mandando Alonso parar na hora do Safety Car e o deixando em ótima posição para arriscar para duas vezes apenas: Enquanto Vettel e Button teria quem fazer isso 3 vezes.

Nesse momento, Sutil e Kobayashi eram 4º e 5º colocados, sendo os destaque da “corrida paralela”. Webber e Maldonado seguiam atrás, no momento em que Hamilton é punido com um Drive Trough.

A corrida começa a ganhar os traços definitivos no momento em que Jenson faz a sua 3ª e última parada na volta 48, colocando macios para ir até o final (mais 30 voltas). A partir daí Button começa a voar em pista e recortar rapidamente a diferença para Vettel e Alonso.

A prova toma tons dramáticos quando os três se juntam numa diferença de menos de meio segundo, sendo que Vettel é altamente pressionado: O fato de Seb ter parado só uma vez contribuiu para isso, e Button já estava com pneus 15 voltas mais novos dos que os de Alonso.

As voltas passam e a tensão aumenta: Fernando não consegue passar mas tem melhor ritmo, enquanto Button segue tudo de perto. O clima estava bastante interessante até que um enrosco grande nos retardatários na frente do top 3 é ocasionado: Milagrosamente ambos passam intocáveis.

O problema é que Alguersuari e Petrov batem, com o russo levando a pior e colidindo noS da Piscina. Carro e piloto permaneceram no local até a ambulância chegar, devido a causa de hematomas na perna (mas nenhuma fratura aparente). Com isso, a bandeira vermelha foi agitada e os pilotos alinharam no grid para a relargada da minicorrida de 6 voltas.

Feita a relargada, Vettel permanece na ponta, com Alonso logo atrás e Button em 3º. O digno de nota é que Hamilton e Maldonado colidiram (Lewis continou, já Pastor abandonou), e a ultrapassagem de Webber sobre Kobayashi a duas voltas do fim.

No fim, 5ª vitória do alemão, contra todas as possibilidades possíveis e uma única parada.

  • Resultado final:
Pos No Piloto Equipe Tempo Voltas Grid
1 1 Alemanha Sebastian Vettel Áustria Red Bull 02:09:38.373 78 1
2 5 Espanha Fernando Alonso Itália Ferrari +1.138 78 4
3 4 Reino Unido Jenson Button Reino Unido McLaren +2.378 78 2
4 2 Austrália Mark Webber Áustria Red Bull +23.100 78 3
5 16 Japão Kamui Kobayashi Suíça Sauber +26.900 78 12
6 3 Reino Unido Lewis Hamilton Reino Unido McLaren +27.200 78 9
7 14 Alemanha Adrian Sutil Índia Force India +1 volta 77 14
8 9 Alemanha Nick Heidfeld França Renault +1 volta 77 15
9 11 Brasil Rubens Barrichello Reino Unido Williams +1 volta 77 11
10 18 Suíça Sébastien Buemi Itália Toro Rosso +1 volta 77 16
11 8 Alemanha Nico Rosberg Alemanha Mercedes +2 voltas 76 7
12 15 Reino Unido Paul di Resta Índia Force India +2 voltas 76 13
13 21 Itália Jarno Trulli Reino Unido Lotus +2 voltas 76 18
14 20 Finlândia Heikki Kovalainen Reino Unido Lotus +2 voltas 76 17
15 25 Bélgica Jérôme D`Ambrosio Reino Unido Virgin +3 voltas 75 21
16 23 Itália Vitantonio Liuzzi Espanha HRT +3 voltas 75 23
17 22 Índia Narain Karthikeyan Espanha HRT +4 voltas 74 22
18 12 Venezuela Pastor Maldonado Reino Unido Williams Batida 73 8
NC 10 Rússia Vitaly Petrov França Renault Batida 67 10
NC 19 Espanha Jaime Alguersuari Itália Toro Rosso Batida 66 19
NC 6 Brasil Felipe Massa Itália Ferrari Batida 32 6
NC 7 Alemanha Michael Schumacher Alemanha Mercedes Airbox 32 5
NC 24 Alemanha Timo Glock Reino Unido Virgin Suspensão 30 20
NL 17 México Sergio Pérez Suíça Sauber Acidente 0
  • Campeonato de pilotos:
1 Alemanha Sebastian Vettel Red Bull 143
2 Reino Unido Lewis Hamilton McLaren 85
3 Austrália Mark Webber Red Bull 79
4 Reino Unido Jenson Button McLaren 76
5 Espanha Fernando Alonso Ferrari 69
6 Alemanha Nick Heidfeld Renault 29
7 Alemanha Nico Rosberg Mercedes 26
8 Brasil Felipe Massa Ferrari 24
9 Rússia Vitaly Petrov Renault 21
10 Japão Kamui Kobayashi Sauber 19
11 Alemanha Michael Schumacher Mercedes 14
12 Alemanha Adrian Sutil Force India 8
13 Suíça Sébastien Buemi Toro Rosso 7
14 Brasil Rubens Barrichello Williams 2
15 México Sergio Pérez Sauber 2
16 Reino Unido Paul di Resta Force India 2
  • Campeonato de construtores:
Pos Equipe Motor Pts
1 Áustria Red Bull Renault 222
2 Reino Unido McLaren Mercedes 161
3 Itália Ferrari Ferrari 93
4 França Renault Renault 50
5 Alemanha Mercedes Mercedes 40
6 Suíça Sauber Ferrari 21
7 Índia Force India Mercedes 10
8 Itália Toro Rosso Ferrari 7

Dito isto, os comentários estão abertos para quem quiser opinar da corrida. Assuntos não faltam!

36 pensamentos sobre “Vettel vence o eletrizante GP de Mônaco

  1. E depois ainda falam de “Ferrari-FIA”. Ah! Façam-me o favor, né!

    Na disputa do vencedor, Vettel e Alonso estavam com os pneus mais desgastados, sendo que o do RBR mais ainda. Na relargada, com os pneus frios e sem aderência, Button poderia surpreender legal. [A Ferrari vibra (mais ou menos) com isso e, muito, muito mais a RBR]

    O Pneu é o que da a verdadeira disputa desejada este ano e a FIA faz esse absurdo procedimento. Então, que acabasse em bandeira vermelha, ora! Que ‘emoção’ que deu depois???

    Mas parabéns aos três primeiros colocados, foram fantásticos.
    E o Mr. Hamilton já começou (Será?). Muito afobado pro um gosto. [Depois fica reclamando do Schumacher/Massa, hehe…]

    Coitado do Felipe… Vinha fazendo uma boa corrida.

  2. O nome da corrida sem duvidas foi o Button, o resto foi uma vergonha , seria melhor terminar a corrida com o Saftcar , daria menos na pinta , estragou o que seria a melhor corrida do ano , acho que se realmente liberaram as modificaçoes foi por medida de segurança, mais quem tem que se sentir seguro sao os pilotos e no momento em que os peneus ficassem perigosos com certeza eles parariam ou entao seriam ultrapassados, para quem diz que devemos ter mais ultrapassagems isso foi ridiculo. interferiram no resultado da corrida, nao entendo por que eles nao adotam a medida de reposicionar os carros , isso tambem prejudica ums e ajudam outros, ai um acidente como o do petrov poderia ter tirado pilotos que estavam na ponta , entao sao regras que cinseramente eu nao entendo .
    acredito que o Hamilton sera desclassificado ,no minimo e se nao acontecer ele pode esperar que o que vai ter de gente indo pra cima dele nao vai ser facio.
    no calor da corrida faltando 06 voltas o final poderia ser emocionante. se isso nao é ser sortudo entao !!!!!!!!
    Ai , nao entendi por que o esteve na quarta posiçao , foi pros boxes e logo apois o saftcar ele apareceu em decimo segundo tomando uma volta e atraz do terceiro colocado, na narraçao ninguem prestou atençao ,mais acho que ele teve problemas na trca e perdeu muito tempo no pit , alguem percebeu ?

  3. Parabéns pelo texto, Tomás. Quem não assistiu a corrida, já consegue imaginar o que aconteceu.

    Está melhorando a cada dia.

    Abs.

  4. Que palhaçada de Lewis acusar a FIA de racismo na hora de aplicar as punições contra ele.

    A minha dúvida é se foi em tom de brincadeira. Se foi, há exagero por parte da mídia talvez…

    • Estava demorando para o Hamilton atingir esse ponto de idiotia, para se defender das bobagens, que faz na pista, quer se enconder atrás da cor da sua pele. Tudo o que esse piloto não precisa para se dar bem em uma corrida, é empunhar a bandeira do racismo, isso soa apenas como fraquesa de carater e isso o Hamilton tem demonstrado com sobras nos ultimos tempos. Depois de uma corrida, considerada por todos, como uma das melhores dos ultimos tempos, pelo menos até a volta 72, o Hamilton surge com essa prosódia, apenas para justificar sua afobação. A atitude de Hamilton é de extremo mau gosto e exige ação disciplinar por parte da FIA , ou então em breve, ele fara na FI o que o Lula fez no Brasil, por lenha no preconceito para tirar vantagens posteriores e isso é inadimissivel, no esporte, na politica ou na vida cotidiana.

  5. se eu nao estivesse vido a corrida eu poderia dizer que hamilton era doido ou um idiota so pelos comentarios de galinha galvao,mais como eu vi pra mim a unica afobaçao foi na hora de passar felipe massa na segunda baterao nele e com maldonado se repararem o maldonado em fez de tirar o pe ele continuou e bateu

  6. Se alguém tinha dúvida sobre a superioridade do Alemão, acho que Mônaco mostrou porque o cara é o líder absoluto!!!

    Na minha opinião, o safety-car impediu um vitória que seria humilhante para os demais pilotos, pois Vettel tinha tudo para vencer fazendo 62 voltas com os pneus macios, uma vez que, como ficava claro a cada tentativa do espanhol, só um erro de Vettel possibilitaria a ultrapassagem de Alonso. Pergunta: Desde a corrida do Japão de 2010 (09 corridas atrás), qual erro cometeu Vettel na condução de sua RedBull?

    Vamos aos pitacos:

    VETTEL – É o melhor piloto da atualidade (é muito chato repetir isto toda corrida, fazer o que?), perfeito na condução do melhor carro, mesmo com a equipe destruindo sua estratégia, errando no pit-stop e o colocando numa posição de risco extremo, tendo de fazer 56 voltas com o mesmo pneu, Vettel ganhou a corrida no braço, na capacidade de andar no mesmo ritmo de Alonso. Ainda que não houvesse o safety-car, estava claro que Alonso não conseguiria ultrapassar, pois Vettel está correndo como um relógio suiço. Com um conjunto destes vai ser difícil não comemorar o bi-campeonato mundial mais jovem da história da F1. NOTA 1000. REDBULL NOTA 03 com ele e zero com Webber = média 1,5.

    ALONSO – O espanhol, já disse, pilota tanto quanto sua falta de caráter, portanto, pilota demais, mas, tem cometido mais erros do que o Alemão ao longo da temporada e tem um carro ridículo, então, pode desistir da luta pelo título este ano. NOTA 9,5. FERRARI NOTA 10 com ele e 05 com MASSA = média 7,5.

    BUTTON – Foi quase perfeito, fez uma excelente classificação, mas, a equipe McLaren o prejudicou enormemente quando não utilizou pneus macios na sua primeira troca, obrigando-o a uma troca a mais. Não fosse o erro grosseiro e ele certamente poderia vencer. NOTA 9,5. MCLAREN NOTA 03 com ele e 08 com Hamilton = média 5,5.

    WEBBER – Ridículo, ele está se especializando em entregar posição para o Alonso nas largadas. Briatore e Alonso devem estar pagando uma graninha a mais para o Aussie entregar o ouro para a Ferrari. Depois até teve azar com o problema no pit-stop do Vettel, mas, seu desempenho é quase sempre aquém do carro que tem em mãos. No final ainda ultrapassou Koba Mito, ou seja, o Webber não serve para nada, apenas para atrapalhar a festa dos outros e para entregar a cocada para o Alonso, é o famoso “EMPATA FODA”. Inicio a campanha APOSENTA CANGURU PERNETA!!! NOTA 05.

    KOBA MITO – É o cara, anda demais e reclama de menos, nunca vejo nada envolvendo o japones voador, geralmente é prejudicado e sempre vem chegando nos pontos com corridas arrojadas e espetaculares, tudo isso pilotando uma Sauber. NOTA 09 (porque tomou o passão do chato do WEBBER no final). SAUBER NOTA 10.

    HAMILTON – Uma coisa é o cara ser agressivo, a outra é ser uma besta. Este final de semana Hamilton foi uma besta. Apesar de fazer algumas belas manobras, manchou sua performance ferrando com a corrida do Massa, e, ainda cometeu a enorme injustiça de retirar o Maldonado do GP, arrasando uma boa corrida da Willians, que anda tão necessitada de grana e visibilidade. Além das lambanças todas que fez, teve a cara de pau de se achar prejudicado por Massa. Se não for punido nesta e na próxima corrida a FIA está sinalizando que vale tudo na F1, inclusive jogar carro acintosamente em cima dos outros para passar. Deu muita sorte de não ficar pelo caminho. NOTA 0.

    SUTIL – Fez uma bela corrida e vai tentando se salvar da degola que pode advir do incidente na China, porém, só conseguiu o feito por ser Mônaco uma corrida atípica.

    HEIDFELD – Teve sorte dos acidentes o colocarem aqui, parece que a Renault estacionou no desenvolvimento e vai ficar para trás.

    BARRICHELLO – Só fez porcaria neste final de semana. Classificou mal, deu suas desculpas esfarrapadas, estava tomando um pau histórico do seu companheiro de equipe, e, com toda sua experiência, entrou nos boxes para trocar os pneus na entrada do último safety-car. Vai ser burro assim la na pqp. Será que ele achou que ultrapassaria alguém nas últimas voltas? No final perdeu estas posições à tôa, pois todos puderam trocar pneus. Teve uma sorte do tamanho do mundo em beliscar estes pontos, definitivamente não mereceu. NOTA 05. WILLIANS NOTA 10 com Maldonado e 01 com Barrichello se a ideia de parar veio da equipe = média 5,5.

    BUEMI – Outro sortudo, porém não cometeu erros graves na corrida. NOTA 06. TOROROSSO NOTA 05.

    MALDONADO – É aquele que merecia mais pela prova que fez, ainda mais com uma Willians, destruiu seu experiente e chorão companheiro de equipe, mas, foi absurdamente prejudicado por um babaca chamado Lewis Hamilton. Fosse eu tinha decido do carro, esperado Hamilton, e lhe enchido de porrada. NOTA 09.

    O resto é resto, ou deu azar (Massa) ou não fez nada de relevante.

    O GP, para Mônaco, foi um dos melhores de todos os tempos, muita estratégia e brigas na pista, nenhuma que eu tenha visto por causa da DRS, muitas por braço e diferenças de estratégia, porém, a realidade é que o conjunto VETTEL/RB7, na minha opinião, só pode ser alcançado por HAMILTON/BUTTON/MCLAREN, e já está dando pinta de que não perde mais o campeonato.

    P.S. Não concordei com a possibilidade de troca de pneus e outras peças dos carros durante bandeira vermelha, atrapalhou uma vitória humilhante de Vettel, mas, se é o regulamento paciência todos puderam se beneficiar.

    • Só complementando, HAMILTON tomou um passão histórico do Schumy na Grand Hotel Hairpin, no início da corrida.

    • As trocas de pneus durante a bandeira vermelha, foi o ponto negativo no GP de Monaco. Mudou a regra novamente com o jogo em andamento. A FIA é incrivel, quando o que eles planejam esta dando totalmente certo, ele fazem uma cagada homerica e reduzem o brilho da corrida a pó de traque. Negativa tambem, as atitudes de Hamilton durante o GP, ele precisa urgente de um bom psiquiatra.

      • Eles apenas cumpriram a regra da FIA(da put…) de ser proibido ter emoção durante um GP.

    • “Não concordei com a possibilidade de troca de pneus e outras peças dos carros durante bandeira vermelha, atrapalhou uma vitória humilhante de Vettel, mas, se é o regulamento paciência todos puderam se beneficiar.”

      Vitória humilhante???

      • Vencer com um pneu macio dando 62 voltas depois de um erro de pit-stop em Mônaco que lhe custou ao menos 3 segundos. Se isso não é vitória humilhante não sei o que seria.

      • Acredito que nem de longe para Vettel foi fácil essa corrida, disputadíssima, não fosse a estratégia… Agora, peça para Alonso ou Button rodarem 62 voltas com macios: Não dá, eles não tem um RB7!

        Vettel foi mais do que fantástico, nessa corrida ele mostrou porque é líder e campeão, mas que teve que suar, isso sim.

    • Cassius Clay Regazzoni,

      “todos puderam se beneficiar”

      Nem todos. Por exemplo, o Button foi “prejudicado”.*

      Mas acho que deveriam rever essa regra ou fazer um anexo, visando apenas a segurança, e não simplesmente acabar com o espetáculo. Foi ridícula a atitude da MáFIA.

      * Mas saiu do carro dando risada, comemorou, cumprimentou o Vettel com um sorrrisão no rosto.
      O Button é único, até quando o alemão foi infantil (SPA 2010) e o tirou da corrida, mal comentou o caso.

      Abs.

    • Cassius,
      Acredito que o Koba Show só foi ultrapassado pq usou um estratégia diferente e RB7 vs C30 já é covardia.

    • Também acho que Vettel teria vencido mesmo sem trocar os pneus. Até porque Alonso estava ficando mais para o Button que Vettel para Alonso. Se o Kers da Red Bull não funcionasse, o favorito era mesmo Button.
      Pegando o gancho da “teoria conspiratória” do Cassius, não seria muito estranho se Webber e Massa trocassem de lugar ano que vem?

    • Tava muito bem, seria 4º ou 5º, se não fosse atrapalhado pelo Hamilton, e depois ter que ficar na sujeira no túnel.

  7. Cassius voce realmente acredita que seria uma vitoria umilhante ? nao entendi . Por que pelo que eu saiba o Alonso vinha fungando no cangote dele com a mesma estrateja e junto com ele o Buton vinha com” uma parada a mais”ta certo voce ser fã do Vetel , mais dizer que o cara é voador acho que é uma injustiça com o Alonso e principalmente com o Button , que nao tem o mesmo equipamento , os Ventos estao à favor do Vetel, essa foi sorte de campeao literalmente, com o dedinho da FIA.
    Tomàs voce tem noticias do Petrov ?

    • Se formos pragmáticos Willian, nada em absoluto garante que Sebastian seria ultrapassado por Alonso ou Button, ele estava descalço (pneus de 52 voltas) e mesmo assim mantinha uma linha de traçado perfeita, como diria o chato do Galvão: chegar é uma coisa, passar é outra. E no mais, se a corrida não tivesse tido bandeira vermelha, seria terminada com safety car, o mais correto, visto que já estava próximo de completar 2 horas de prova, o limite permitido.
      Discutir outros detalhes e debater questões relacionadas a seus favoritos em detrimento das antipatias, aí entra a questão emocional de torcedor.
      O que sei e ouvi durante toda a semana é que Mônaco iguala as performance, que outras equipes teriam carro com mecânica superior ao da RBR e que o braço de Alonso e Hamilton faria a diferença mas, ao final nada disso aconteceu. O alemão tem a competência e a sorte de um campeão.
      Go Fféeeeteelllll!!

      PS: Luisinho (I´m best of the best) foi hilário hoje. E está ficando chorão, assim vou ter que pedir emprestado o apelido do Alonso para ele.

      • “e que o braço de Alonso e Hamilton faria a diferença mas”

        No caso do Alonso até fez, largou bem, não errou e foi segundo pressionando Vettel por muitas voltas. É difícil passar em Mônaco com um carro inferior. Vettel não conseguiu passá-lo na Hungria e Cingapura com um carro superior ano passado.

        Já no caso do Lewis, o braço fez diferença, só que negativa…

      • Você só esqueceu de mencionar, que o Vettel tambem tem “braço”. E foi essa toda a diferença, apesar dos pneus desgatados, ele conduziu sua RBR no braço, e acho, que levaria até o fim. Em Monaco, é muito dificil ultrapassar, se o piloto não abrir ou errar, então, acredito, que o Vettel venceria de qualquer maneira. Mas, você concorda comigo, que se não tivesse entrado o carro de segurança e os pneus não fossem trocados, tudo teria sido muito mais emocionante. Claro, que para nós torcida, porque para os pilotos, teria sido o inferno, sem duvida.

  8. ” Massa, depois que Hamilton o passou de forma limpa, perdeu o controle do carro passando sobre os detritos de pneus, dentro do túnel, e bateu.” …Como forma limpa Thomas????…ele acabou com o carro do Felipe querendo provar que podia fazer o mesmo que Shummacher!! Prova boa fez o Koba de novo e Button, na ponta dos dedos, como sempre! Finalmente Barrica pontuou pra Williams. Pena ver Maldonado fora…

  9. Vettel é Vettel, como disse ontem. Segurou os macios quase 60 voltas. Não gosto do Alonso como pessoa, mas como piloto é impossivel não se render. Button mesmo com 3 paradas foi rápido o suficiente para ser o 3º. Kobayashi foi demais. Hamilton foi ridiculo. E Massa vinha bem, até acontecer tudo aquilo.

  10. Tem que avisar o Hamilton que pra passar na Lowes, só se o da frente vacilar, deixando a PORTEIRA ABERTA! Notem que Schumacher coloca o carro todo ao lado de Hamilton e Rosberg, os mesmos já SURPRESOS não tem outra alternativa do que deixar passar, não tinha nem mais como fechar a porta…

    Hamilton deu o troco no Schumacher,mas contou com ajuda da “asa” no retão, Schumacher não! O velho alemão passou Nico e Lewis de forma espetacular, porque foi esperto, já tinha feito isso na mesma Lowes(se não me engano 97). Em 2005 novamente passou Rubinho porque o da frente vacilou, o mesmo aconteceu com Alonso em 2010, portanto, em Mônaco não pode bobear com ele. O fato lamentável foi que os carros Mercedes são péssimos em ritmo de corrida, parece que os pneus acabam antes do “stint”. Schumacher foi ultrapassado 2 vezes na mesma volta, o mesmo se repetiu com Nico, quase no mesmo momento, ambos foram para o boxes! Nem com Schumacher, nem com Nico o carro “desencanta”, só pra lembrar, Schumacher estava a frente do Nico antes de abandonar, pena que o carro quebrou.

    Por ser no seco, a corrida foi espetacular! Volto a repetir:

    Vettel=Veloz, arrojado, preciso
    Lewis=Veloz, arrojado, afobado

    Massa e Maldonado não deixaram a “porteira” aberta, Lewis reclama que os pilotos fecham a porta pra ele, mas ele queria o que? Que Massa e Maldonado abrisse na boa como (as vezes) acontece com BUTTON?, eles estavam defendendo a posição. Hamilton é um baita piloto, mas é muito afobado, não tenho dúvidas, ele vai fazer grandes corridas na carreira, mas também não duvido que ele jogue campeonato fora por excesso de erros, já começou em Mônaco…Vettel agradece, agora o campeonato do alemão esta mais curto em 2 corridas.

    Verdadeira judiação que aconteceu com Maldonado…

  11. Deuzy, nao é preciso ser pragmatico , bastava deixar as coisas acontecerem , se voce nao sabe , pra ganhar tem que passar na linha de chegada, e numa pista como a de Monaco tudo pode acontecer, Alonso se viu na maior chanse de vencer uma corrida e nao tinha nada à perder, com a bandeira vermelha os peneus esfriaram e quando isso acontece ele forma uma especie de casca dura , o que faria muita diferença na pilotagem, alen disso o Button tinha peneus mais inteiros, andar no trassado é uma coisa e andar rapido é outra, na hora do vamo ver eles deram colher de chá, por isso eu digo que a atitude dos comissarios foi ridicula. So pra dar ujm exemplo , hoje nas 500 milhas, o lider bateu na ultima curva da ultima volta , isso num cirquito oval, ok?

    Quanto ao Hamilton, acho que ele poderia ter provocado ate um acidente grave, da forma como ele estava , teria que receber bandeira preta. os pilotos tem que chamar a atençao dele por que isso nao é normal . e pelos insultos ele deveria sofrer uma puniçao cevera , quem ele pensa que é? isso vai render muito .

  12. O hamilton e um bosta odeio aquela zica so faz bobagens e se acha o dono da razao so porque foi campeao uma vez ja acha que e o tal detalhe ele jogou um campeonato fora em 2007 que caiu no colo do kimi e o de 2008 ganhou porque a ferrari fez bobagen com o filipe entao tecnicamente o campeonato foi do filipe por ser o melhor piloto no ano
    Mas o que ta faltando no massa e mais atitude caso contrario vai vira um novo rubinho e isso nao e legal ele deve fala rasgado mesmo e nao ficar quieto diante de certas atitudes tem que mostrar personalidade italianos de verdade tem personalidade forte e nao aceitam qualquer coisa calados !

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s