Sobre o retorno de Kubica e o futuro de Heidfeld

Como vocês já devem estar sabendo, Robert Kubica pôde, finalmente, sair do Hospital Santa Corona, depois de ter sofrido o terrível acidente no Rally em fevereiro, e iniciar o grande processo de recuperação e tratamentos para efetivar o seu torno para a F1 o mais rápido possível – Mesmo que isso custe meses para ocorrer.

As duras feridas e fraturas na parte direita do seu corpo e sua mão, que foi reconstruída pelos cirurgiões com muitas operações, ainda são sentidas, mas por sorte com menor intensidade e um bom olhar de otimismo por parte dos médicos que acompanharam, nestes três meses, a situação de Robert.

Apesar de sua saída do hospital, é claro que Kubica continuará sob tratamento constante, agora com o Dr. Riccardo Ceccarelli, na Itália – Onde se mudará, já que a sua atual residência é em Mônaco. Foi Ceccarelli quem colocou a primeira data plausível para se voltar a pensar em Robert na F1: Lá por agosto, teremos uma ideia do seu quadro e condições para o seu retorno – E não que ele voltará nesse mês, como foi entendido.

Claro que existem uma série de fatores que contribuem e pesam em contra para uma volta às pistas rápida de Kubica. Com a sua mão direita em frágil estado, o treinamento para manuseio do volante (e os botões do mesmo) será essencial, ao que também se conta a resistência física necessária para dirigir um Fórmula 1 sem o corpo 100%.

Fica claro que pressa para voltar não há – 2011 já é uma temporada perdida para Kubica.

O interessante é pensar no que poderia vir acontecer se Bob ficar pronto em outubro, como um exemplo: A Renault irá sacrificar o substituto Nick Heidfeld no lugar de uma “volta triunfal” do verdadeiro dono do cokpit?

Pelo perfil baixo de Kubica, acredito que o veremos nas pistas só no ano que vem, inclusive para começar 2012 totalmente recuperado do acidente (1 ano de pausa é mais do que suficiente). A dúvida, no entanto, permanece: E Heidfeld?

Como sabemos, Petrov já teve o seu contrato renovado por dois anos, o que elimina Nick da vaga de titular no time de Enstone. Ou será que uma temporada exemplar, que possa ser mostrada no resto do ano, fará Boullier mudar de ideia?

Talvez não seja na Renault, mas a verdade é que Heidfeld tem em mãos uma boa chance de poder assegurar pelo menos mais um ano na F1 se superar confortavelmente Petrov – O que até agora não conseguiu. Existirão algumas equipes com lugar disponível para o alemão.

Invariavelmente, a volta de Kubica mudará algumas peças no grid do ano que vem, se não for o caso que sua volta seja ainda neste ano.

Para passar a conversa na nossa sessão de comentários, ficam a pergunta no ar: Kubica será o mesmo quando voltar, sem nenhuma seqüela ou impossibilidade?

18 pensamentos sobre “Sobre o retorno de Kubica e o futuro de Heidfeld

  1. Depende de uma série de fatores. Conjunto carro, motor, pneus. Além disso, temos casos que deram certo e outros não. Karl Wendlinger, na Fórmula 1, não se recuperou após o acidente de 1994, em Mônaco, ao contrário de Mika Hakkinen um ano depois, que saiu do estado de coma, sendo campeão em 1998.

    Possibilidades ele tem, mas só teremos um parâmetro melhor quando ele começar os testes, vendo as condições físicas do polonês, como se comportará, quais sequelas ficarão do acidente ocorrido na prova de rali, como se comportará a mão contudida, entre outros.

  2. Tomás, não quero ser pessimista mais para mim o Kubica não volta, começa agora a pior fase, talvez no final do ano ele possa estar quase 90% para uma pessoa normal, para a F1 tem que ser 200% ou mais.

  3. Temos varios pilotos que voltaram de situações altamente criticas, para se tornarem campeões, Niki Lauda, Mika Hakkinen, e outros que mesmo não ganhando um campeonato, voltaram em grande fase. Esperamos que o mesmo aconteça com o Kubica, que sabemos ser um grande piloto, e não tenho duvidas que se estivesse correndo este ano, estaria disputando de igual pra igual com as RBR e Mclarens pela ponta do campeonato. É grande a diferença entra ele e os dois pilotos atuais da Renaut.

    • Evaldo, o próprio Nelson Piquet, voltou e chegou a ser campeão, perdeu um pouco de velocidade pura, mais com sua experiência, compensou essa perda.
      Nenhum desses pilotos teve sequelas tão graves como o Kubica.

      • Quais sequelas?

        Pelo que sei, ele se machucou bastante, mas nada de sequelas.

    • Só não esqueça, que o Kubica teve, que praticamente reconstruir mão e braço. As dificuldades para readquirir os movimentos em sua plenitude, são quase inatingiveis nesses casos, apesar de todos os recursos, que foram colocados a disposição do piloto. Mas, quem sabe………..?????? Vou torcer muito por ele.

  4. Cara, muito de vocês não deverão gostar do que vou falar, mas com um acidente destes, não seria dificil que ele não voltasse a correr na F1. E se voltar deve ficar bem para trás. Pensem comigo, ele teve quase todo o lado direito do corpo reconstruido, a força dele nunca será 50% do que era, e num carro de F1, mesmo com tantas “coisinhas” para ajudar na direção, será dificil controla-lo, ainda mais com mais um monte de funções que precisam ser trabalhadas.
    Espero que Deus não faça isso que eu falei aqui neste comentário. Torço para que Kubica volte melhor que era, e o mais rápido possivel, mas que é complicado, é.

  5. Ainda é cedo para falar de sequelas pós-acidentes. Uma das coisas que evoluiu e até mais do que a Fórmula 1 é a medicina.
    Exemplo interessante é Ronaldo na copa de 2002

    • que muitos falaram que não voltaria a jogar o que jogava ele voltou e ainda foi campeão outros exemplo foi a lesão do Ganso teve se tivesse acontecido a alguns anos atrás talvez ele nem conseguiria andar 100%.
      O Kubica tem alguns dos melhores médicos do mundo cuidando da parte física dele, mas, a questão é como a mente dele vai estar. Ele aparenta ser uma pessoa forte.
      #ForçaKubica

  6. não sei o que vou falar pela minha razão ou pela minha vontade, mas apesar de achar que é muito cedo para se tirar qualquer conclusão acho que o Kubica volta e ainda vai ser campeão(se conseguir um carro que lhe de condições), afinal ele era um dos melhores(se não o melhor) piloto do grid

    #forçakubica

  7. Não dá para saber agora como o Robert vai voltar. Mas fica aqui registrada minha torcida pelas melhoras dele!
    #ForçaKubica

  8. O ponto crucial no caso do Kubica foi a grave lesão da mão, é difícil fazer uma comparação com outros problemas como no joelho, braço, pé, pois a mão é muito mais complexa na suas funções. Não sei qual o nível de comprometimento, mas reconstituir tendões, nervos, é bastante delicado. Recuperar bem os movimentos é possível, mas talvez não mais com a mesma agilidade e eficiência. Espero que retorne à F1, do contrário, não será o fim do mundo porque pelo acidente, ele poderia estar morto, teve sorte até.

  9. Kubica, se tiver condiçoes de uma eventual volta, não será em 2012.
    Já estamos no meio do ano e ele acabou de sair do hospital.

  10. tambem acho dificio a volta do Kubica em 2012 . acho que sera um ano de adaptaçoes e muita fisioterapia, fora isso é muito estranho eles ate agora estao escondendo o verdadeiro estado do Kubica , sera bastante dificio para ele, mas o importante é que ele sobrevivel muito bem e si nao der pra correr de f1 com certesa ele correra em outras categorias, força Kubica!!!!!!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s