Sobre a venda da Fórmula 1

Surgiu nos últimos dias um rumor bastante interessante sobre uma possível venda da Fórmula 1 para dois ricos empresários da cena mundial: Rupert Murdoch e Carlos Slim. Não estranhem, portanto, que Slim, o homem mais rico do mundo, esteja associado à essa compra – ainda mais depois da sua entrada com a Telmex na Sauber.

O problema é justamente que Ecclestone não parece estar disposto a abrir mão do seu império tão rápida e facilmente, mesmo que os seus 80 anos já pesem no inconsciente. Se ao mesmo tempo a CVC Capital Partners (gigantesca empresa de investimentos) adquiriu grande parte dos direitos da F1 em 2006 – e da GP2 em 2007 – seria de Todt a palavra final sobre um futuro negócio, tendo ele o direito a vetá-lo se for preciso.

Analisando a situação do lado de Bernie, talvez não fosse um mão negócio vender completamente a Fórmula 1 daqui a uns anos, apesar que no momento ele esteja definitivamente negando qualquer rumor: “A Fórmula 1 não está à venda”.

O rumor atual surgiu pelos comentários da Sky News, ao sugerir o interesse na compra da F1 por parte de Rupert Murdoch e Slim. Curiosamente, a própria Sky News faz parte do grupo British Sky Broadcasting, o qual Rupert tem 1/3 de poder, sendo muito próxima à News Corporation (o império da comunicação de Murdoch).

Segundo a Sky, a CVC disse repetitivas vezes que não pensa em vender a Fórmula 1, “mas as empresas de investimentos privados sempre vendem as suas inversões em algum momento.” Claro que como ainda não passam de rumores, a conversa é despistada com o prognóstico de que as negociações estão cruas e nada está confirmado.

Em meio à tudo isso, foi informado à Reuters que a News Corp. (leia-se Rupert) está planejando a compra tendo a aliança do já conhecido Carlos Slim e uma das fabricantes na F1. Slim é o dono da Telmex, empresa de telecomunicações mexicana, e já colocou suas primeiras pegadas na Fórmula 1 patrocinando a Sauber e trazendo Sergio Pérez à equipe. Justamente por esse motivo é que se especula que a fabricante por trás seja a Ferrari, que tem Pérez como piloto da sua academia.

Em um assunto tão complexo é essencial separar as possíveis mentiras das verdades, o que não é a tarefa mais fácil de ser feita. Não se duvida do poder de Murdoch, e muito menos de Slim, mas os interesses políticos, e obviamente econômicos, entram em uma balança de poder interessante.

Se a CVC tem a maioria dos direitos da F1, Bernie é o dono executivo da categoria e Todt o presidente da FIA. Todas as partes se complemetam e a venda da F1 não é o tipo de negócio mais simples.

Obviamente, Ecclestone também abre um ponto contraditório: Já estando contra em vender para Murdoch, Bernie explica que passando os direitos para uma empresa de comunicação (segundo rumores, duas), isso fecharia algumas portas para negociar com outros órgãos de difusão. O que não deixa de ser verdade.

O objetivo aqui não é alimentar rumores, mas não seria nada mal ir vendo esta possibilidade com olhos abertos para um futuro próximo: Murdoch já quis comprar a F1 em 2007, sem sucesso. Agora, com Slim ao seu lado, a quantia aumenta.

Particularmente creio que ainda levará um tempo para algo ocorrer realmente, mas o ponto mais interessante aqui será ver a opinião de Jean Todt.

12 pensamentos sobre “Sobre a venda da Fórmula 1

  1. Em jan.2008, Lula convida Edison Lobão (político e jornalista do Maranhão) para ser Ministro de Minas e Energia. Quatro meses depois, a Petrobras anuncia que sua maior refinaria será construida no Maranhão. Gabrielli, seu presidente, diz que foi uma “coincidência positiva”.

    Se a Ferrari realmente estiver envolvida na negociação, o fato de ter Jean Todt na liderança da FIA pode ser uma grande “coincidência positiva”.

    Dois exemplos clássicos onde não há nadinha de podre no ar…

  2. Para aqueles, que torceram, para aqueles, que não conheceram, enfim, para todo esportista, que neste dia primeiro de maio vai sentir uma imensa saudades das manhãs de domingo, que este piloto fenomenal nos proporcionava, acesse o endereço abaixo, e relembre um pouco dos feitos, que Ayrton Senna nos proporcionou, até a sua morte em maio de 1994. http://forum.carrosderua.com.br/index.php?showtopic=125152

  3. O chavão é velho, gasto e bem surrado, mas, “onde a fumaça, a fogo”. Se o chavão se confirmar, sera melhor ou pior para o ESPORTE, já que a FI., ao longo do tempo esta deixando de ser um esporte, para se tornar um grande jogo de interesses. Sinceramente, não gosto muito, quando as empresas de midia, dão as cartas no esporte. Tivemos um bom exemplo disso, quando do acidente, que vitimou o time do Volei Futuro, que teve, que voltar rapidamente as quadras, já que a Globo, que tinha os direitos de transmissão do jogo, assim exigia. A FI., ao longo do tempo, passou de um esporte de alta performance, para um jogo de video game, muito aprimorado, forrado de nuances artificiais. Sinceramente, não gostaria, que ela aprofundasse ainda mais essa tendencia, que descaracteriza o esporte, que é tão ao gosto dos homens da midia, mas, que dentro em breve, tornarão, até as ultrapassagens, tão previsiveis, que tambem acabarão por perder a graça. Infelizmente, a FI., é um grande negocio e para adquiri-lo, somente alguém com muito dinheiro pode faze-lo, e poucos são os caras sobre a face da Terra, com dinheiro suficiente, para realiza-lo.

  4. Lendo isso, parece dificil uma venda tão cedo, mas saindo da mão do Ecclestone, pode ir pra qualquer um. Bernie já destruiu grande parte da F1, e está tentando destruir o resto, que saia logo.

  5. A Ferrari por tras fod…. tudo, todos sabem que o time dos cavalinhos vermelhos querem outra era Shumacher, o que não é bom pra categoria, fora isso, se os Prováveis novos donos da F1, diminuissem o preço para que os tradicionais gps europeus voltassem seria bom, com menos Tilkodromos nem precisária de asa movel e pneu meia boca. A F1 precisa se abrir, é um absurdo a FIA censurar videos no youtube e outras midias, afinal, patrocinador quer aparecer em qualquer midia de qualquer forma, tirar a F1 de toda europa é outro absurdo, querendo ou não os grandes patrocinios ainda vem de lá. Abrindo o mercado e diminuindo custos (coisa que a Ferrari não quer), teriamos mais competividade, mais patrocinio, menos pilotos pagantes e pistas de Procissão.

  6. Difícil opinar na situação. Se Bernie ficar fora da jogada, não sabemos o que pode vir por aí. Agora, uma empresa de comunicação pode não ser tão diferente do tio Bernie, afinal, ela joga com interesses muito nítidos também.
    Mas o Bernie tem muita garra, acho difícil ele largar tão facilmente do grande business da vida dele!
    É esperar para ver!

  7. Bernie anda falando e fazendo muita m…. ultimamente, porém com Murdoch pode ser uma caixinha de surpresa. Mas na duvida ainda prefiro que a F-1 mude de mãos, mas acho que falta muita coisa mesmo pra isso acontecer. É esperar pra ver.

  8. Vão por mim. Eu venderia a Fórmula 1 pro Capeta mas não venderia pro Rupert Murdoch. A não ser que eu odiasse muito a Fórmula 1.
    O miserável quer controle total e absoluto de tudo e quer tirar até o último centavo.
    Se ele comprar a Fórmula 1, empresas como Red Bull e Marussia teriam que pagar pra ele pra poder por nome em equipe.
    As equipes iam ter que registrar os desenhos dos carros, macacões, capacetes e tudo mais junto a FOM. E aí ninguém ia poder vender réplicas, memorabilia, team gear, sem pagar pra FOM. Qualquer vídeo com Fórmula 1, inclusive do passado, ia ter que sair do YouTube.
    Os blogs iam ser impedidos de comentar a Formula 1, a não ser que façam publicidade dos meios de comunicação do Murdoch.
    Podem ter certeza de que o GP do Bahrein teria acontecido.

    • Juliano, confesso, que a possibilidade da aquisição da FI., por gente desse porte, não me deixa nem um pouco animado, pelo contrario, levanta realmente a possibilidade de acontecer tudo isso, que você descreve muito bem. O Sr. Murdoch e o esporte, não falam a mesma lingua, isso eu tenho certeza.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s