A superioridade ainda é da Red Bull

Queria apenas colocar neste pequeno texto uma síntese que talvez esteja sendo posta em prática de forma errada depois da vitória de Lewis ontem em Shanghai: A McLaren venceu, Vettel foi ultrapassado (o que é uma surpresa) e a Red Bull não conseguiu continuar a sua hegemonia.

Mesmo assim, não nos podemos confundir. Vettel ainda é superior, e perdeu a corrida por “culpa” da estratégia de duas paradas, a que também colocou para baixo os resultados de Alonso e Massa. Ou seja, não significa que a opção de efetuar dois pit-stops não foi da Red Bull, o que portanto é um erro que custou a vitória, mas Vettel foi totalmente superior no sábado e mesmo com os planos errados e Kers sem estar no seu 100%, foi segundo.

O segredo pode estar no tratamento dos pneus ao longo da corrida, e o GP da China demonstrou isso da forma mais clara.

O outro parênteses é sobre Webber, que foi fantástico, tanto com duros e macios, o que em suma comprova que a estratégia de parar três vezes era a certa. De 18º para 3º, voando na última perna da corrida e ultrapassando até na penúltima volta.

Ao longo da semana ainda analisaremos, tecnicamente, o que quero explicar neste artigo, mas a verdade é que a Red Bull ainda é a referência. E o retrospecto de 2010 das próximas 3 etapas, é totalmente pró-Webber.

31 pensamentos sobre “A superioridade ainda é da Red Bull

  1. “Com relação as críticas sobre Vettel, o problema real é que Vettel não é nosso”

    2007
    Vettel sem nenhuma experiencia(em corridas) já marca seu primeiro ponto na F1 com BMW Sauber, depois no Japão colocou “nanica” Toro Rosso em 8º no Grid, na corrida(com forte chuva) era 3º, mas foi induzido ao erro batendo em Webber, mas a culpa foi de Lewis que não respeitou a distância entre o safet-car, o vídeo abaixo mostra isso, Hamilton quando percebe a besteira, tira para a direita e dexa a merd…pra quem vez atrás, Webber freia e Vettel(sem visão do que Hamilton fez) bate atrás. Hamilton provocou um forte acidente e nem punido foi.

    Choque de Vettel y Webber (Japon 2007)

    Na corrida seguinte na China Vettel largou do fundão em 17º e chegou em um brilhante 4ºlugar!

    2008
    Ainda na Toro foi 8º no mundial de pilotos, pontuou em 8 corridas, e “assombrou” a todos fazendo pole e vencendo em Monza na chuva, o carro nesse GP melhorou muito, mas Vettel não cometeu erros e não deu chance as grandes feras da época: Kimi, Massa, Hamilton e Alonso, lembrando que Massa estava em alta e disputou o título com Hamilton.

    2009
    Na RBR(apenas o 2ºano completo na F1) Vettel com um bom carro foi a sensação do ano, conseguiu 4 poles, 4 vitórias e 4 M.Voltas

    Lembrando que o carro a ser batido em 09 era a Brawn GP e Rubens conseguiu apenas 1 pole, 2 vitórias e 2 M.Voltas. O novato alemão também tirou o vice do brasileiro, que pra muito seria o campeão, afinal, se não batesse o mediano Button iria bater quem? Esse vice pra Brawn valia muito, Rubens sendo vice a equipe conquistaria a “tríplice coroa”, Vettel não deixou…

    2010
    Vettel venceu um dos melhores campeonatos da F1, para muitos comparado ao de 1986( naquele ano Piquet tinha 2 títulos, Prost 1, Senna e Mansell nenhum, e nessa época ninguém era considerado “gênio”, tinham o mesmo status dos grandes pilotos atuais. Rosberg e Jones também eram campeões, mas isso ninguém lembrava). Vettel em 2010 bateu o melhor da atualidade o Bicampeão Alonso, superou também o arrojado campeão Hamilton, seguido do eficiente campeão Button, também superou Webber que deu muito trabalho o ano todo.

    2011
    Vettel é líder do mundial, vacilou na largada na China, mas até aqui, é de longe o que menos cometeu erros:

    2 vitórias
    2 poles
    3 pódios

    Será que Vettel precisa provar mais alguma coisa? Dessa vez, ao contrário de Schumacher Vettel tem forte concorrência na pista.Não tenho dúvidas que o problema de Vettel é fora da pista, se fosse brasileiro já seria aclamado pela pachecada, mas como é piloto de fora, sempre vai ter que mostrar mais. Vettel vai pelo mesmo caminho de Schumacher, daqui a 10 anos o mundo vai estar metendo o pau em seus feitos e recordes. Acho que quem esta DEVENDO é justamente o Brasil, com carro a ser batido em 09 não conseguiu nem ser o vice, já vai pra 20 anos sem título. Estranho essa manina do torcedor brasileiro de perseguir quem esta fazendo tudo certo e dar proteção a quem sempre fica devendo(caso de Rubens e Massa), isso não é patriotismo, e sim patriotada. O que o Brasil fez nos últimos 20 anos para formar grandes pilotos para a F1? Absolutamente nada, ficou deitado em berço esplêndido…merecemos ter mais campeões na F1?

    Vettel em início de carreira, já começa melhor que o poderoso Senna, que culpa tem ele de ser alemão? Queira ou não Vettel começou por baixo e chegou ao título com a mesma equipe, a RBR. Senna só conseguiu seu primeiro título depois de mudar para a melhor equipe da época, a Mclaren que tinha também o melhor motor, o Honda, junto veio o Prost que acertava tudo no carro, Senna mesmo só pilotou. Vettel pelo menos cresceu com a equipe, com ele a Toro evoluiu muito em 0 08, o mesmo aconteceu com a RBR entre 09 e 2010, o jovem alemão ainda tem muito a mostrar. O recorde de poles é quase certo ser batido, para Vettel fazer 5 poles por temporada nos próximos 11 anos não é bicho de outro mundo…

    Senna
    GPs disputados 65
    Títulos 0
    Vice 0
    Vitórias 7
    Pódios 26
    Pole positions 18
    Voltas mais rápidas 6

    Vettel
    GPs disputados 65
    Títulos 1
    Vice 1
    Vitórias 12
    Pódios 22
    Pole positions 17
    Voltas mais rápidas 6

    • Prezado Mac,

      Não tenho palavras para descrever seu comentário, uma brilhante síntese da extraordinária e precoce carreira de Vettel que atesta todas as qualidades deste prodígio alemão.

      Os que o criticam, às vezes enaltecendo Alonso, às vezes Hamilton, se esquecem que Vettel começou a mostrar resultados em equipes inferiores até alcançar a supremacia na direção do atual RB7, coisa que Hamilton nunca soube o que é (pois começou de cara na poderosa McLaren) e que Alonso não conseguiu quando lhe faltou estrutura (a Renault nunca foi equipe pequena).

      O pessoal já lembrou mas eu repito: o cara humilhou a concorrência com uma Toro Rosso, não deu chances para ninguém na chuva e em Monza, o que é muito diferente de ganhar corrida em carro inferior por causa de um safety car, acidentes/punição dos adversários ou pura pilantragem (caso de Alonso em Cingapura/Japão 2008).

      Além disso só complemento que Vettel é muito mais carismático, humilde e descolado que os dois acima citados, só perdendo nesse quesito para Button, um verdadeiro gentleman, ou seja, o garoto é daqueles que vale a pena torcer. Em um ambiente sujo como é o da F1, é um bom exemplo de esportista vencedor.

      Só consigo enxergar duas coisas naqueles que não reconhecem as qualidades do alemãozinho: Uma baita dor de cotovelo ou falta de conhecimento.

      • Pra quem gosta de estatísticas, o GP da Itália de 2008 teve o pódio mais jovem de toda história. Vettel, Kovalainen e Kubica tinham, na média, 23 anos e 350 dias.

    • Mac, não se preocupe, o Vettel, vai sozinho, mostrar suas qualidades e porque não, seus defeitos. O importante, é que as qualidades são muito superiores aos defeitos. Na FI., os fãs, deste ou daquele piloto, acabam esquecendo, que precisam analisar a coisa como um todo. Você pode ser fã, só não pode deixar que isso o cegue para o obvio. É muito dificil aparecer pilotos diferenciados na FI., hoje em dia, já que a grande maioria vem a peso de dolares, mas vamos torcer, para que os Vettel da vida, continuem surgindo, apesar de tudo…..????

    • Perfeito, sem mais, brilhante Mac.

      Acredito que o potencial de Sebastian é indiscutível. O que eu sempre peço, e acho que todos aqui sabem disso, é calma. Não pelo que Vettel já fez, mas sim pelo que ele irá fazer, por exemplo, em 2011.

      Gostaria muito que o companheiro de Vettel fosse Alonso, Hamilton, Kubica ou quem você quiser.

      O que pode estar sendo interpretado mal nas minhas palavras é que não se pode tirar o mérito de Vettel só por ter o melhor carro, porque você pode tê-lo e não vencer, mas é claro que ter esse carro em mãos ajuda. Somado ao seu incrível talento, está formado o conjunto.

      É o mesmo que Schumacher na Ferrari, ou Clark na Lotus: Pilotos legendários, mas que sem esses carros, iriam longe?

      Vettel chamou a atenção na Toro Rosso (antes na BMW-Sauber), Schumacher na Jordan, Alonso e Webber na Minardi…

    • ========================

      o Honda, junto veio o Prost que acertava tudo no carro, Senna mesmo só pilotou.

      ========================

      Não vale a pena debater com fanático.

  2. Mac muito bom, muito bom mesmo. Eu fan da Ferrari, mas acima de tudo de f1, sei ver isso, até já estava a ficar doente pelo passeio que estava a ter do Vettel. E esses meninos que vem para aqui criticar não pensam antes de escrever! Toda a gente vê que o Vettel é do melhor, alguém duvidava depois de ganhar com um tororosso! Tororosso! Vou dizer outra vez para leram bem, tororosso! Minardi! eheehehe

      • “Conseguiu a façanha de perder uma corrida com o RB7.”

        Pô Djow, pega leve, você é que está sendo fanático.

        Você acha mesmo que a estratégia de duas paradas não foi o fator preponderante para a derrota de Vettel? Que ele não ganhou por incompetência? Nega que o Kers dele não estava funcionando direito?

        Sinto ter de dizer isso para um fã tão apaixonado, mas, Hamilton já fez cagadas muito piores do que Vettel.

      • Cassius, estou sendo fanático apena spor apontar a derrota do Vettel com o super RB7 tendo o memso vencido uma corrida de STR?

        E sim, não acho que a tática de 2 paradas tenha sido preponderante para o fracasso do Vettel. Ele venceu na abertura do campeonato com apenas 2 paradas.

        Qualquer pessoa que acompanha a F1 sabe que o desgaste dos pneus é “A (menor desgaste)” quando se corre de cara para o vento e é “B (maior desgaste)” quando se corre atrás de um outro carro. Ao perder a posição na largada, Vettel se colocou numa situação de desgaste “B”.

        Não sei se foi nesse blog ou em algum outro mas lí a seguinte frase (com vários reply’s de concordância): se Vettel tivesse feito a tática de 3 paradas, poderia até errar que memso assim venceria a corrida. Essa afirmação faz sentido devido ao abismo que separa o RB7 dos outros carros. Oras, na largada ele, Hamilton e Button estavam em condições de igualdade em termos de peso e pneus. Porque é então que ele não conseguiu ultrapassar o Hamilton? Por causa do KERS? Se a McLaren tem o KERS funcionando perfeitamente por 6 segundos, a Red Bull tem o RB7 funcionando perfeitamente por toda uma volta. Ou já se esqueceu das manchetes pós pré-temporada e após as duas primeiras corridas falando do quão esse carro da Red Bull é superior aos outros? Esse tópico trata do que? Da superioridade da Red Bull que todo mundo sabe que é real e é grande. Então esse papo de KERS da McLaren é pura balela se comparado ao RB7 do tal “mago” Adrian Newey.

        A tática de apenas 2 paradas teve influência? Sim. Agora que a corrida acabou sabemos que sim. Mas o grande problema e que realmente causou a derrota do Vettel foi ele ter perdido a frente na largada e, principalmente, não ter conseguido ultrapassar as McLarens nas primeiras voltas da corrida.

        Um cara que venceu de STR, como gostam de mencionar para dizer que ele é o fodão, não pode não conseguir ultrapassar quem quer seja estando sentado num torpedo d enome RB7. Ser rápido de cara para o vento e com um foguete nas mãos não é complicado. Metade do grid ou mais feria a mesma coisa e pelo menos 3 pilotos fariam melhor. Na hora que precisou que Vettel mostrasse que realmente é um cara rápido a ponto de ser alçado como o melhor do grid, ele ficou devendo. Isso não diminui o talento que o coloca no TOP 3 do atual grid. Mas ele não encabeça essa “tríade”.

    • Não foi só antes do pódio. Na corrida ele também comentou que o “Alonso” já tava chegando no Vettel. F1 ao vivo na SPORTV, e sem Galvão!! É pedir demais?

  3. “Ele está obviamente tão ansioso para guiar pela Red Bull que quis parar aqui”

    (Christian Horner, chefe da Red Bull, sobre a parada errada de Jenson Button no boxe da equipe)

    Olhem a foto, hilário…rs

    http://www.speedblog.com.br/1.novocomentario-1615

    Vlw Jonas, a última corrida mostrou que, se os carros e o regulamento der condições de ultrapassar, os pilotos vão pra cima e dão show, e foi assim do começo ao fim da corrida, no pelotão da frente, no meio e no fim, todo mundo brigando.! Ninguém quer ficar 50 voltas sem ultrapassar, os pilotos não tem culpa. Senna, Mansell,Piquet e Prost se corressem nos anos 2000 também reclamariam muito da falta de ultrapassagem. Todo mundo perdeu com isso, paciência! Vamos torcer para que fique como esta, não tem nada de artificial a asa móvel ou o KERS. Eu poderia dizer o mesmo do fantástico motor de classificação que Senna usou para fazer as poles em 85 e 86, outras equipes não usaram por achar solução cara e paliativa. Poderia dizer que os turbos nos anos de 81/82/83, eram artificiais , pois levavam grande vantagem sobre os aspirados(quem tinha grana ia e turbo). Quando Prost usou o cambio semi automático em 90 levava vantagem na troca de marcha, mas ninguém falava que era mais fácil que mudar no manual. Poderia dizer que todas as vitórias de Senna, Piquet e Mansell com suspensão ativa foram artificiais, eles era muito superiores a outros concorrentes, caso da rival Ferrari. Pelo menos a asa móvel é para todos, os pneus são os mesmos, o caso do KERS é o mesmo da suspensão ativa, quem tem mais grana e staff leva vantagem. Cada década a F1 muda, só que ninguém esperava que os carros iam ficar sem possibilidade de ultrapassar, acho que agora acertaram a mão, espero que não “iguale” tudo como antes, deu para perceber a alegria de todos no pódio! Todo mundo satisfeito, Vettel sabia que poderia vencer se a equipe optasse por 3 paradas. Hamilton e Webber foram fantásticos, mas Webber sabe que não pode errar nos detalhes, isso faz grande diferença. Pelo menos a “formula” para voltar as ultrapassagens eles já sabem como fazer, usaram a aerodinâmica contra ela mesma para fazer voltar as ultrapassagens. Vai ser uma bela temporada, vale a pena acompanhar…

  4. AH!

    No GP da Itália de 2008, o companheiro de Vettel, Bourdais, largou em 4º (o que já se percebe o quanto o Toro Rosso havia melhorado. Só que Sebastién teve muito azar e ficou parado na largada, tendo que largar do pit.

    E vejamos também que Vettel conseguiu estabelecer uma boa série de resultados depois da vitória: 5º, 6º, 9º e 4º.

  5. Como diz o Hamilton, a Red Bull continua sendo ridiculamente melhor. Alonso disse algo nesse sentido. A McLaren venceu mas a Red Bull ainda está muito à frente dos demais.

    Vettel só não ganha o título de 2011 com umas 5 ou 6 corridas de antecedência se for muito braço duro.

  6. Também penso que a vitória do Lewis se deveu muito mais à estratégia do que qualquer outra coisa. Se Vettel tivesse apostado nas três paradas, a Mclaren não teria vencido.
    De todo modo, em três semanas é possível evoluir de modo a minimizar a superioridade técnica da Red Bull.
    Por outro lado, é bom ver a reação da mercedes, onde Nico dominou o Michael.
    E pena que a Ferrari não vai admitir, mas o fato é que o carro está kais na mão do Massa do que do Alonso.

    • “Também penso que a vitória do Lewis se deveu muito mais à estratégia do que qualquer outra coisa. Se Vettel tivesse apostado nas três paradas, a Mclaren não teria vencido.”

      É exatamente essa a imagem que este post quer passar: “A superioridade ainda é da Red Bull”.

      • O Vettel só queria detonar nosso Bolão, por fez duas paradas…rsrsrs

      • Marcelo,
        Nesse caso foi ele e mais 9 pilotos que ferraram a minha aposta.hehehe

  7. Por enquanto é da Red Bull, mas se Webber não ajudar a equipe, e a equipe não fazer um Kers decende, podem esquecer.

  8. o mac se eu me lembro muito bem o gp de monza foi debaixo de chuva onde a ferrari e a mclaren demoraram pra soltar seus pilotos na clasificaçao e na corrida o hamilton antes da segunda parada nos boxes ele estava passando todo mundo e posso te garantir ou vc assisti que o hamilton so nao ganhou porque a mclaren na troca de peneus colocou de super chuva guando deveria colocar intermediario fazendo com que o hamilton parasse antes de 5 voltas com o peneus de super chuva,pesquisa primeiro pra depois vc fala e outra ele ganha do webber que e mediano coloca um paul diresta na mesma equipe e depois vc vem falar oq aconteceu que diga o sutiul que por ventura e um exelente piloto.

  9. Pelos comentarios, depois de uma corrida tão empolgante, o pessoal preferiu mais achar problemas, que curtir uma corrida, que esteve acima da média. Fazia tanto tempo, que não via uma corrida tão disputada, que nem me preocupei com os comentarios desabonadores, só se lembrem, que os motores Mercedes, se deram muito bem na China, alem é claro, da desanimada torcida do Webber, quando ele ultrapassou o Button. O Vettel perder, faz parte, ou alguém queria outra Schumacherada, onde só tinha um carro e uma equipe em condições de vencer. Vamos torcer muito, para que as coisas continuem acontecendo como na China, que Mc Laren, Mercedes, RBR e até as Ferrari, entrem todas no pareo, ai sim, veremos os bons tempos de volta a FI.

  10. Newton,
    Eu também tive esta leve impressão do desanimo dos mecânicos da Red Bull ao comemorar a ultrapassagem de Webber. Não quero polemizar, até porque Webber não é um piloto que me empolgue também (só torceria para ele se fosse australiana, por dever! rsrs). Enfim, vejo muitas pessoas chateadas porque acham que Vettel é o mais querido e amado, mas se pensarmos bem, carinho é algo conquistado e não imposto. Se Vettel consegue ter sua equipe a seus pés, acho que é mérito dele. Entretanto, duvido que a equipe RBR não queira que o seu carro número 2 (esse é o número oficial, não é implicância) esteja na ponta. Trata-se da glória do campeonato de construtores($$$$$).
    A despeito das colocações sobre quem é o melhor, quem tem que provar o que ainda e etc… É algo difícil de analisar, por mais frios e pragmáticos que sejamos sempre vamos defender aquele piloto que nos desperta maior afeição, e esse é um dos sentidos do esporte, criar-se uma torcida.
    No final do ano torcida feliz é a do piloto/equipe vencedora. Certamente quero espetáculo e disputa na F1, mas somado a isso meu piloto (favorito) campeão.

    • É isso ai Deusy, nosso pragmatismo, muitas vezes atrapalha a correta visão das coisas, por isso evito falar do Alonso, justamente por ter ele na conta de um sujeito desprezivel. Se, eu transferir essa minha impressão para os comentarios, poderei cometer uma injustiça com o cara, que até outra analise melhor, ainda é o melhor piloto do grid, até pelos seus feitos passados, e que passam rapido, já, já, o Vettel assume esse posto, é só continuar regular com vem sendo, afinal, chegar em segundo, apesar dos erros de estratégia, não é o fim do mundo, mas deu um novo sabor a FI., isso ninguém pode negar. Se for o melhor, com certeza sera o campeão, se cometer mais erros, que acertos durante a temporada, não sera. Se para o piloto existe a adrenalina da disputa, para nós, só resta haver a disputa, quanto mais acirrada melhor, senão, que graça vamos encontrar em um campeonato, que foi decidido logo na primeira prova do ano? As brigas entre Prost e Senna, eram o melhor despertador para os domingos de corrida.

  11. Alguns comentários a alguns comentários:
    -Se a Red Bull tivesse usado c/ Vettel a mesma estratégia que usou c/ Webber, ele teria vencido SEM KERS. Não é que a Red Bull seja superior. É que o Newey colocou ela em OUTRA CATEGORIA. Se o KERS funcionasse tão bem quanto o da McLaren, seria como comparar a McLaren de 1988 com a Benetton, a Lotus ou a Ferrari do mesmo ano.
    -Quanto as comparações entre Senna e Vettel, esqueceram de observar quantos Km Senna liderou em 1985, 1986 e 1987 (comparando com os respectivos campeões [Prost e Piquet]) e quantas abandonos por problemas mecânicos a Lotus teve nesse período (especialmente pela baixa confiabilidade e alto consumo do Renault em 85 e 86)
    -Prost não teve muito a ver com a ida da Honda pra McLaren em 88 (Prost correu de 84 a 87 com os TAG-Porsche) exceto pelo fato de Prost ter insistido com Ron Dennis para que ele contratasse Senna, que tinha a preferência da Honda.
    -Já adianto que não estou falando do Senna por ufanismo (acho que sou a última pessoa natural do Brasil de quem se poderia esperar algum tipo de sentimento auri-verde) mas porque o cara foi MUITO BOM. E também não é para diminuir o Vettel, que também é MUITO BOM. Torço pra ele nesta temporada, como torci ano passado (e não por ‘ ufanismo’ de teuto-descendente) e como torci por Jenson em 09, Felipe em 07 e 08, Kimi de 03 a 06, Rubens em 02, Mika de 98 a 01, Jacques em 96 e 97, Damon de maio de 94 a 95 e Ayrton de 84 (quando comecei a acompanhar a F1) a 94.
    -Tanto Seb quanto Mark estão à altura do RB7. Pra mim, junto com Lewis, Jenson, Fernando e Felipe (Robert estaria nesta lista), são os nomes para este ano. O desempenho de Seb é inegável, mas Mark contribuiu (e sacrificou) muito nestes últimos anos pelo desenvolvimento do carro.

  12. [patriota mode on] Só não confirmo que torço para o Vettel pq ele faria a Alemão ultrapassar o Brasil em número de título de pilotos. [patriota mode off]

  13. ——————————————-

    Mesmo assim, não nos podemos confundir. Vettel ainda é superior…

    ——————————————-

    Esse trecho estragou completamente o texto de abertura do tópico.
    🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s