Lewis fala sobre Red Bull

Não é sempre que um piloto “desce a lenha” em uma equipe rival, e obviamente quando isso ocorre o ato chama um pouco a atenção. Pois hoje foi a vez de Lewis criticar (ou melhor, falar a verdade) sobre a Red Bull.

Em uma tradução livre, e entre muitos outros assuntos abordados na matéria para o The Guardian, Hamilton tentou passar a ideia de que a Red Bull é uma equipe sem alma alguma, “corporativista” e que inveja, de uma forma ou outra, a reputação das gigantes Ferrari e McLaren.

Por muitos e muitos anos McLaren estiveram na frente, e agora temos um time novo que chegou e nos tirou do topo.

A Red Bull não é uma fabricante, é uma empresa de bebidas. É uma companhia de energéticos contra a história da Ferrari e McLaren. Não sei qual é o plano dela.

A dúvida aqui é realmente de qual lado está a “inveja”. Se o que Lewis disse realmente é verdade, porque a grande maioria do argumento é, seguramente exista um incômodo com a presença de uma equipe sem alma e que não se dedica ao automobilismo tomar o lugar de duas grandes da F1.

“Não sei qual é o plano dela” representa também que dificilmente a Red Bull durará décadas como Ferrari e McLaren duraram e irão permanecer no circo, mas o fato é que o “time dos energéticos” não seria metade do que é hoje se não tivesse Adrian Newey e Sebastian Vettel.

Se a Red Bull é corporativista e vende latinhas de touros vermelhos, ela também está na Fórmula 1 e causando dor de cabeça para as clássicas – mas não únicas – equipes do grid.

A pergunta é: A Red Bull chegou para ficar?

26 pensamentos sobre “Lewis fala sobre Red Bull

  1. Enquanto vender latinhas e ganhar corridas provavelmente sim, a Red Bull entre as grandes é a melhor forma de divulgar o que ela quer vender, está na capa dos notíciarios de automobilismo no mundo, aparece para milhões de pessoas nos finais de semana….. Vende latinhas, ganha corridas, gera talentos, ganha carisma e admiração e fica na F1, ao contrário nem teriam entrado no circo.

  2. a imagem de um carro de F1 é a melhor pra botar num comercial de Red Bull. o plano da Red Bull é com certeza ser associada à esportes de alto impacto. mais ainda temos que consitedar que seu Dietter é um verdadeiro apaixonado por F1. e faz muito tempo

    se a gente tivesse a grana que ele tem, alquém duvida que iríamos a montar uma equipe? kkk

    o Lewis tem que falar, tem que dar ibope! mais ele sabe com certeza que ninguém chega a um campeonato de constructores sem alma e paixão

    • EXATO. A questão é que a Red Bull tem a grana pra entrar em qualquer competição de qualquer esporte que quiser.

      Dizer que não é montadora e por isso não ter razão pra entrar não faz sentido, afinal a Ferrari, por exemplo, tá ali muito mais pra vender a marca do que pra desenvolver componentes.

  3. Conversa da treta, Adrian Newey e Sebastian Vettel não tivessem lá!!! Se a minha avo tivesse rodas era uma ambulância! O Adrian já lá esteve… eles rodearam-se dos melhores e deram-lhe condições para brilhar.
    O Hamilto está a ver que vai ser mais um ano a ver navios! Agora uma equipa nova não pode ganhar!!! Não o entendo, deve estar é todo seco…
    Se vai se fica, ele não tem nada a ver com isso. Mas não me admira que ele mude para a redbull e ai vai dizer que é a melhor equipa do circo! São todos iguais….

  4. Como se Ferrari e McLaren fossem exemplos na história do automobilismo.

    São os dois maiores vencedores da F1, não há dúvida, mas, também são protagonistas de várias pilantragens e grandes vexames dignos de grande vergonha.

    A McLaren já fez espionagem industrial contra a Ferrari, furtando documentos e projetos do time de Maranello (quanta esportividade, que bela estória para contar para os netinhos).

    A Ferrari há muitos anos conta com a benevolência da FIA para burlar o regulamento e sofrer penalidades ridículas, além de atacar suas concorrentes quando não consegue reverter os resultados na pista.

    Além disso, as duas equipes não tem a menor ética quando o assunto é o tal jogo de equipe, foram as únicas que se utilizaram do expediente em início de temporada, alterando fraudulentamente o resultado de corridas quando o campeonato ainda estava em aberto para seus dois pilotos, em total desrespeito ao público da F1.

    O Hamilton então, devia ficar quietinho e fazer aquilo que ele sabe muito bem que é acelerar a barata, porque se formos avaliar seu comportamento esportivo ele está bem próximo de um canalha nesse quesito.

    A Redbull veio de baixo e até o momento, em que pesem alguns deslizes, está honrando sua participação na categoria de forma muito mais brilhante do que Ferrari e McLaren.

    E vai que o Austríaco resolve fabricar superesportivos para concorrer com as primadonas da F1, se fizer com a mesma competência que vende latinhas e gerencia a equipe de F1 é bom os “carcamanos” de Maranello e os “furtadores” de woking colocarem as barbas de molho.

    Resumindo tudo: CALA BOCA HAMILTON!!! A inveja é uma m…

  5. Não gostei da declaração dele, sinceramente. A Red Bull está aí para fazer história na F-1, assim espero.

  6. Só me resta desejar boa sorte para o Hamilton. O desespero bateu.

    Aliás, seria a Mclaren uma empresa de bebidas energéticas ‘sem alma’ caso Ron Dennis resolvesse entrar no setor?

  7. Quanto a importancia de Vettel, não sei, pois na Formula 1 atual o carro conta mais que o piloto e na temporada em que o mesmo foi campeao, isso so aconteceu devido a grande superioridade (1s em vários circuitos) do carro projetado pelo, esse sim, principal responsavel do sucesso, Adrian Newey!

  8. Abrindo um parênteses na conversa aqui, acho que Lewis basicamente dá a entender que a Red Bull jamais poderá ter a história e respeito de equipes como Ferrari ou McLaren pois é uma fabricante de latinhas, ou seja, algo sem nenhuma ligação com a F1.

    Mas se a Red Bull tivesse os resultados de, no máximo, a Toro Rosos teve em 2010, essa conversa seguramente não existiria. Ou seja, há inveja aí sim…

  9. Hamilton deveria primeiro resolver os problemas de sua equipe, e carro. Depois vai falar da equipe que vem dando um baile em tudo e todos na F1.

  10. Mister Hamilton, que coisa feia. Tinhamos noticia, que o acidente de Kubica havia destruido o cotovelo do piloto, só não sabiamos, que Hamilton sofria do mesmo mal.

  11. Peço desculpas que nas últimas horas o Blog ficou indisponível – Na verdade foi um problema geral no WordPress – e isso impediu que os comentários fossem publicados. Agora parece que voltou ao normal.

  12. Hamilton esqueceu que a Mclaren em 2007 esteve envolvida no mais vergonhoso caso da F1, ele deu muita sorte de não ser o campeão naquele ano, porque ia ser uma vergonha, querendo ou não, Alonso e Hamilton venceram corridas em 07 com a equipe trapaceando de forma MEDONHA, (levar vantagem, como Benetton fez em 94, Renault com amortecedor de massa em 06, e RBR com a “asa” em 2010 até dá para entender, todos querem tirar vantagem, mas roubar planos de outra equipe como a Mclaren fez é o fim da picada). Ferrari e Mclaren que abram os olhos, RBR com Vettel e Newey pode fazer história nos próximos anos…Hamilton esta puto por não ter um carro a altura de Ferrari e RBR, ele não pode falar nada sobre a RBR ter Newey, a Mclaren desde Prost não tem um grande desenvolvedor de carros, desde então tudo dependeu mais dos projetistas que pilotos. Hamilton também depende de um grande projetista, o fato da RBR não ter envolvimento direto no esporte a motor é irrelevante, é até pior para Ferrari e Mclaren ser derrotada por uma equipe que não é uma montadora. Melhor Hamilton atacar menos os rivais e se concentrar em desenvolver o carro junto a equipe, Vettel começou por baixo com Newey e chegou ao título, isso sim é relevante. O Hamilton é fera na pista, mas adora falar quando vê um microfone, de boca ninguém ganha nada. Só pra finalizar, o Prost também dependia de um grande projetista, quando saiu da Mclaren fez questão de levar o seu para a Ferrari…curioso que depois disso a Mclaren caiu muito de nível técnico, só foi ver títulos em 1998, nessa época quem era o projestista da Mclaren?

  13. A Benetton era uma marca de roupa( uma coisa que tem menos a ver com F1 do que energético) e para mim está na história.

  14. o que o lewis falou é verdade, mas acho que ele não o teria feito se a mclaren estivesse na posição da rbr.Quanto ao plano da redbull, acho que essa esta fazendo na f1 o mesmo que faz em muitos outros esportes, ou seja publicidade e isto vai durar até quando for eficaz. ou até a empresa ir a falencia

  15. E essa fabrica de latinha desbancou toda essa tradição e know how de 2 gigantes nas pistas? Não era melhor ficar quieto, Hamilton?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s